"Unbelievable" desafia estigmas e inicia o debate

Membros de vários grupos de sobreviventes a abusos sexuais encontraram-se com os criadores e o elenco para um painel de discussão sobre as experiências dos sobreviventes e qual a melhor forma de os apoiar.

O debate, levado a cabo nos escritórios da Netflix em Hollywood, estava diretamente ligado ao lançamento da minissérie Unbelievable. O projeto de oito episódios conta a história de uma adolescente, Marie (Kaitlyn Dever), que enfrenta o ceticismo da polícia e dos que a rodeiam quando afirma ter sido abusada sexualmente por um intruso.

O painel contou com a presença de oradores em representação várias organizações: End Violence Against Women International, Peace Over Violence, Project Sister Family Services, Rape, Abuse & Incest National Network (RAINN), Hollywood Health & Society e Together We Rise. Dois psicólogos licenciados e membros do conselho de oradores da RAINN estavam disponíveis para quem precisasse de apoio adicional durante ou após o painel.

Joanne Archambault, Diretora Geral da End Violence Against Women International, afirmou esperar que a série possa ajudar a transformar os estereótipos associados aos abusos sexuais. "É uma questão de mudar esta ideia que existe sobre a aparência das vítimas de abusos sexuais", disse ela.


Unbelievable é inspirada em várias fontes, incluindo o artigo de 2015 da ProPublica, em colaboração com o Marshall Project, "An Unbelievable Story of Rape" (Uma história inacreditável de violação), que venceu o prémio Pulitzer e estabeleceu os alicerces para o livro de 2018, A False Report: A True Story of Rape in America. A história também serviu de inspiração para um episódio de 2016 do podcast This American Life, com o título "Anatomy of Doubt".

Ken Armstrong, coautor do artigo e do subsequente livro, também participou no painel, juntamente com as produtoras executivas Susannah Grant (Erin Brockovich), Sarah Timberman (Justified) e Lisa Cholodenko (Os Miúdos Estão Bem), e os membros do elenco Merritt Wever, Danielle Macdonald, Eric Lange e Dever.

"Espero que a vossa série faça com que esta questão seja algo que passe a ser falado pelo público", disse Archambault durante os agradecimentos à equipa criativa.

Durante o debate, foram exibidos alguns excertos da série, incluindo os exames físicos de Marie no hospital e uma das suas conversas iniciais com a polícia sobre o alegado incidente. (Eis um olhar por dentro da série).

Para além de abordar a forma como a investigação do alegado ataque a Marie a afetou, a série também aborda os problemas subsequentes que ela e as outras vítimas enfrentam após um ataque. "O que a série faz muito bem é falar sobre segurança", afirmou Wendy Blanco, diretora de recursos clínicos da Peace Over Violence. "Se não nos sentirmos seguros fisicamente, não conseguimos levar a cabo as nossas rotinas diárias".

Archambault é uma oficial aposentada da polícia de San Diego, onde supervisionou os crimes sexuais deste departamento durante 10 anos. Ela ajudou a lançar a campanha de consciencialização pública Start By Believing, concebida para mudar a forma como a sociedade encara as vítimas de abusos e violência sexual contra menores. Antes do lançamento da série, a Start By Believing criou uma página dedicada a Unbelievable que estabelece uma ligação entre os visitantes e os recursos que precisam para obterem ajuda e voluntariarem-se, entre outras coisas.

"Acho mesmo que vai ter impacto", comentou Archambault sobre a série. "Temos todos de entender melhor como se manifesta o abuso sexual, mudar as ideias erradas e o estigma social negativo associados ao mesmo".

Fotos cortesia da Netflix e Andrew Toth/Getty para a Netflix

Mais de Blogue da empresa

Índice de Velocidade de ISP para a Netflix – Dados de agosto de 2019

Apresentamos aqui os destaques obtidos dos dados relativos a agosto do Índice de Velocidade de ISP para a Netflix, no âmbito da nossa atualização mensal de informações sobre os ISP (Internet Service Providers) que proporcionam a melhor experiência de streaming da Netflix em horário nobre. Ler mais

Início