Índice de Velocidade de ISP para a Netflix – Dados de outubro de 2019

O ranking de países do Índice de Velocidade de ISP para a Netflix  registou a maior subida em mais de um ano. A Hungria disparou 12 posições tabela acima até ao quinto lugar, desde o 17.º que ocupava em setembro. O Índice de Velocidade de ISP para a Netflix é a atualização mensal das informações relativas aos ISP que proporcionam a melhor experiência de streaming da Netflix em horário nobre.


A subida da Hungria deveu-se provavelmente, pelo menos em parte, às velocidades melhoradas de três diferentes ISP daquela região. A Digi melhorou 0,45 Mbps para uma média de 4,52, a invitel subiu 0,44 Mbps para uma média de 3,8 Mbps e a Telekom acrescentou 0,39 Mbps à sua média, que se encontra agora nos 4,49 Mbps. 



A Índia também observou subidas nas velocidades de cinco serviços diferentes, incluindo: a tikona, que subiu 0,42 Megabits por segundo para uma média de 2,77 Mbps; a Excitel Broadband, com uma melhoria de 0,41 Mbps para uma média de 3,2 Mbps; a One Broadband, que aumentou 0,40 Mbps para uma média de 3,12 Mbps; a Syscon Infoway, com um aumento de 0,39 Mbps para uma média de 3,2 Mbps; e a D-VoiS, que subiu 0,39 Mbps para uma média de 3,19 Mbps.


A subida de cinco lugares da Índia no ranking de países deve-se, sem dúvida, ao aumento de velocidade destes cinco serviços, tendo subido do 50.º lugar ocupado em setembro para o 45.º que passou a ocupar em outubro. Esta é a segunda subida relevante da Índia no ranking de países em dois meses.


Também ocorreram dois aumentos assinaláveis na Tailândia: a AIS Wifi, que subiu 0,51 Mbps para uma média de 3,24 Mbps, e a True Internet, que melhorou 0,40 Mbps para uma média de 2,77 Mbps. Tal como a Índia e a Hungria, a Tailândia também ascendeu no ranking de países, tendo subido cinco posições pelo segundo mês consecutivo — desta vez, do 14.º para o 9.º lugar.  


Entre outras subidas assinaláveis estão: a Qualitynet, do Kuwait, com uma melhoria de 0,56 Mbps para uma média de 3,47 Mbps; a Vodafone Portugal, que subiu 0,44 Mbps para uma média de 4,69 Mbps; e a STC, da Arábia Saudita, com um aumento de 0,3 Mbps para uma média de 3,52 Mbps.


Com vários ISP a registarem grandes aumentos, houve apenas um serviço que observou uma pequena, mas assinalável descida — a Indosat Fibre, da Indonésia, que baixou 0,24 Mbps para uma média de 4,1 Mbps.


Para além da Hungria, Índia e Tailândia, Taiwan também subiu no ranking de países, tendo escalado cinco posições, do 28.º lugar para o 23.º. Por outro lado, três países registaram quedas relevantes. Israel caiu 8 posições para o 17.º lugar (em relação ao 9.º lugar ocupado em setembro). A Austrália caiu 7 posições para o 18.º lugar (em relação ao 11.º ocupado em setembro). E o México caiu 5 posições para o 40.º lugar (em relação ao 35.º lugar ocupado em setembro).


O Índice de Velocidade de ISP para a Netflix diz respeito, exclusivamente, ao desempenho da Netflix em horário nobre. Não se trata de uma medição do desempenho global abrangendo outros serviços/dados suscetíveis de usar a rede do ISP em questão. Um desempenho mais rápido da Netflix significa, normalmente, melhor qualidade da imagem, tempos de arranque mais rápidos e menos interrupções. Para testar a velocidade da sua Internet, visite http://FAST.com em qualquer navegador ou transfira a aplicação FAST Speed Test para iOS ou Android.  

Mais de Blogue da empresa

Testes de Controlo do Leitor

Um olhar atento ao teste recente que permite aos membros fazer variar a velocidade de reprodução dos títulos que veem num dispositivo móvel. Ler mais

Início