Índice de Velocidade de ISP para a Netflix – Dados de julho de 2019

Apesar de não tão movimentado como o mês de junho, o mês de julho apresenta várias alterações assinaláveis no Índice de Velocidade de ISP para a Netflix. O Índice de Velocidade de ISP para a Netflix é a atualização mensal das informações relativas aos ISP que proporcionam a melhor experiência de streaming da Netflix em horário nobre.

A Dansk Kabel TV, da Dinamarca, beneficiou do maior aumento, subindo 0,45 Megabits por segundo (Mbps) para uma média de 4,36 Mbps (em comparação com os 3,91 Mbps registados em junho).

A Hungria registou duas subidas. A Digi acrescentou 0,35 Mbps aos 3,96 Mbps registados em junho para alcançar uma média de 4,31 Mbps. Já a UPC aumentou 0,32 Mbps e alcançou uma média de 4,16 Mbps (em relação à média de junho, de 3,84 Mbps). Como provável consequência destas duas subidas, a Hungria subiu oito lugares no ranking de países e deixou a 23.ª posição para passar a ocupar a 15.ª.

Noutras regiões do mundo, a NewWave Communications, dos EUA, melhorou a sua média para 4,47 Mbps (em comparação com a média de 4,16 Mbps registada em junho). A Proximus (Belgacom), da Bélgica, aumentou a sua média de velocidade para 4,28 Mbps (em relação aos 3,98 Mbps registados em junho). Tal como a Hungria, a Bélgica também beneficiou deste "empurrão" para subir no ranking de países em julho, saltando sete lugares do 17.º para o 10.º.

Várias regiões também registaram descidas. A KBro, de Taiwan, sofreu a maior descida, perdendo 0,64 Mbps em relação à média de 3,09 Mbps registada em junho, passando a apresentar uma média de 2,45 Mbps em julho. A Oi Fibra, do Brasil, desceu 0,56 Mbps para uma média de 3,55 Mbps (em comparação com a média de 4,11 Mbps registada em junho).

Na Arábia Saudita, a Mobily desceu 0,55 Mbps em relação à média de 3,12 Mbps observada em junho, tendo registado uma média de 2,57 Mbps em julho. Para além disso, a Arábia Saudita caiu quatro lugares no ranking de países, da 47.ª posição para a 51.ª.

Na Europa, a A1 da Áustria registou uma descida de 0,38 Mbps em relação aos 3,73 Mbps registados em junho e passou a apresentar uma média de 3,35 Mbps.

A Hungria, a Bélgica e a Arábia Saudita não foram as únicas com movimentações assinaláveis no ranking de países. Ocorreram várias outras, as quais apresentamos em baixo:

  • A Malásia caiu 5 lugares até ao 29.º (do 24.º em junho)
  • A Tailândia desceu 6 lugares até ao 18.º (do 12.º em junho)
  • A Turquia desceu quatro 4 posições e passou a ocupar o 46.º lugar (em relação ao 42.º ocupado em junho)

O Índice de Velocidade de ISP para a Netflix é uma medida do desempenho da Netflix em horário nobre em determinado ISP e não uma medida do respetivo desempenho global para outros serviços/dados que possam usar a rede do ISP em questão. Um desempenho mais rápido da Netflix significa normalmente melhor qualidade da imagem, tempos de arranque mais rápidos e menos interrupções. Para testar a velocidade da sua Internet, visite http://FAST.com em qualquer navegador ou transfira a aplicação FAST Speed Test para iOS ou Android.

Kate Stanhope

Kate Stanhope é membro da equipa de comunicação da Netflix.

Mais de Blogue da empresa

A trabalhar para ter mais mulheres nas equipas de pós-produção

Num evento que teve lugar, recentemente, nos nossos estúdios em Los Angeles, várias mulheres que trabalham na área da pós-produção falaram da necessidade de se reforçar a representatividade feminina atrás das câmaras e em todo processo de produção. Ler mais

Início