O FAST.com mede agora a latência e a velocidade de carregamento

Há pouco mais de dois anos lançámos FAST.com, um utilitário gratuito, rápido e simples que permite aos utilizadores verificarem a velocidade proporcionada pelo seu fornecedor de serviços de internet (ISP). Desde então, o site registou um tremendo crescimento orgânico. De facto, a utilização do FAST.com duplicou nos últimos sete meses* e o site já gerou mais de quinhentos milhões de testes de velocidade em todo o mundo.

Em virtude de alguns utilizadores do FAST.com terem manifestado o desejo de obter mais dados sobre a sua ligação à internet, adicionamos hoje ao site a capacidade de medir a latência da ligação e a velocidade de carregamento. A saber: a velocidade de carregamento mede a velocidade da ligação quando os dados são carregados do dispositivo do utilizador para a internet. Por outro lado, a latência é o tempo que os dados demoram a percorrer o "caminho" entre o dispositivo do utilizador e o servidor e de regresso ao dispositivo e é medida em ligações sem carga e com carga . A latência sem carga mede o tempo de ida e volta de um pedido sem qualquer outro tráfego presente na rede de um utilizador, ao passo que a latência com carga mede o tempo de ida e volta em simultâneo com a utilização de aplicações de uso intensivo de dados na rede.

Por exemplo, se estiver a jogar um jogo online no seu computador e for o único utilizador na rede, o tempo decorrido entre a execução de uma ação no jogo (como mover o rato ou clicar) e a resposta do servidor do jogo corresponderá aproximadamente ao da medição da latência sem carga. No entanto, se outra pessoa estiver a ver um filme em streaming, a criar cópias de segurança de fotos ou a executar qualquer outra tarefa que implique uma utilização intensiva de dados na mesma rede ao mesmo tempo, o tempo de resposta do jogo irá corresponder à medição de latência com carga. O ideal será que os valores de latência com carga e sem carga não sejam substancialmente diferentes. Caso contrário, é possível que tenha problemas de desempenho ao usar aplicações sensíveis à latência (tais como jogos, videoconferências ou navegação na internet) quando a rede está a ser sujeita a tráfego intenso. Se for o caso, verifique a configuração da sua rede doméstica (veja bufferbloat.net para obter conselhos úteis) ou contacte o seu ISP.

Todos os utilizadores querem ter uma internet melhor e mais rápida, mas o que se passa é que as velocidades de internet variam imenso e podem ser afetadas por diversos problemas, desde a existência de outros utilizadores na sua rede ao congestionamento de tráfego no seu ISP. A adição destas novas medições ao FAST.com oferece aos consumidores uma visão mais detalhada da velocidade da sua ligação à internet, em qualquer momento.

Em simultâneo com o crescimento do FAST.com, continuaremos a dar atenção aos comentários dos nossos utilizadores para garantir que a ferramenta continua a ser útil e relevante. Independentemente de tudo isto, o FAST.com manterá o seu design simples e isento de anúncios.

Pode verificar a sua velocidade de carregamento e latência em FAST.com agora. Não hesite em partilhar os seus resultados no Facebook ou no Twitter.

- Sergey

Sergey Fedorov é engenheiro de software sénior na equipa de disponibilização de conteúdos.

*O FAST.com atingiu os 250 milhões de testes de velocidade em novembro de 2017. O site gerou outros 250 milhões entre dezembro de 2017 e junho de 2018.

Mais de Blogue da empresa

Descubra novas histórias...no seu televisor

Na Netflix, estamos constantemente a questionar-nos quanto ao que podemos fazer para permitir aos nossos membros passarem menos tempo a procurar e mais tempo a descobrirem histórias que vão adorar. Ler mais

Início