Atualização sobre energias renováveis

Para que a Netflix leve até aos seus espetadores as séries que refletem as suas próprias vidas ou os filmes que servem de ligam as vidas de pessoas no mundo inteiro, é necessária uma rede alimentada por energia. Esta energia deixa para trás uma pegada energética, que mudou bastante desde a nossa última atualização. Por isso, decidimos que era altura de divulgar os mais recentes desenvolvimentos.

Mantemos o compromisso de reduzir o impacto ambiental causado pelo nosso consumo de eletricidade, e é por isso que temos muito orgulho em informar que estamos a fazer bons progressos nesse sentido. Em relação à eletricidade que usamos diretamente (como, por exemplo, nos nossos escritórios ou nos armazéns de DVD), gastamos o mínimo possível e, posteriormente, compramos energia renovável equivalente à energia que consumimos, através de certificados regionais conhecidos como REC (Renewable Energy Certificate) que garantem que a energia obtida é produzida a partir de fontes renováveis. Em 2018, o consumo energético direto da Netflix foi de cerca de 51 000 megawatts/hora (MWh).

Existe ainda a eletricidade que não é utilizada diretamente por nós, mas que é necessária para que a Netflix chegue aos seus membros. Este consumo energético indireto inclui a energia utilizada pelas empresas com quem colaboramos, como a Amazon Web Services e as operadoras de serviços de internet. Apesar de esta parte da nossa pegada energética ser mais difícil de monitorizar, uma vez que não a controlamos, tentamos sempre seja o mais sustentável possível. Com este objetivo em mente, trabalhamos com os nossos fornecedores para medir e reportar os seus consumos de energia, e para procedermos à compensação do mesmo através de REC e de certificados de redução de emissões (créditos de carbono). Em 2018, este consumo energético indireto foi de 194 000 MWh.

Em 2018, 100% do nosso consumo estimado, direto e indireto, de energia obtida a partir de fontes não renováveis, foi sujeito a uma compensação através de vários projetos de energias renováveis, que indicamos de seguida, e de créditos de carbono que abrangem 23 estados/regiões e 16 países diferentes.

Projetos de energia renovável nos EUA:

  • Alabama
  • Alaska
  • Arkansas
  • Flórida
  • Geórgia
  • Illinois
  • Iowa
  • Kansas
  • Michigan
  • Minnesota
  • Missouri
  • Montana
  • Nebraska
  • Nova Inglaterra (NEPOOL)
  • Novo México
  • Carolina do Norte
  • Dakota do Norte
  • Oklahoma
  • Pensilvânia, Nova Jérsia e Maryland (PJM)
  • Dakota do Sul
  • Texas
  • Utah

Projetos internacionais de energia renovável:

  • Austrália
  • Brasil
  • Canadá
  • Chile
  • China
  • Colômbia
  • União Europeia (AIB)
  • Guatemala
  • Islândia
  • Índia
  • Japão
  • Malásia
  • Taiwan
  • Tailândia

Embora esta abordagem funcione para a escala do nosso consumo energético atual, ainda estamos a dar os primeiros passos nesta jornada. Estamos constantemente a avaliar o nosso impacto ambiental e a explorar novas oportunidades para podermos aprofundar os nossos esforços no campo da sustentabilidade. Por agora, estamos a trabalhar em associação com o programa Green Power Partner da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA).

Para além do nosso compromisso para com as energias renováveis, também nos esforçamos para que as nossas operações diárias sejam o mais sustentáveis possível, promovendo a utilização de produtos biodegradáveis, a doação do excesso de alimentos e a redução do consumo de plásticos descartáveis. Mas não é tudo: também encorajamos ativamente os nossos colaboradores a implementarem iniciativas de sustentabilidade nas suas casas e nas suas vidas pessoais.

Mas acima de tudo, somos inspirados pelo poder de todos os grandes contadores de histórias que conhecemos e que divulgam os valores da sustentabilidade junto dos fãs da Netflix no mundo inteiro, através do entretenimento.

Ainda há muito para fazer, mas somos encorajados por todos os nossos amigos desta área, que trabalham incansavelmente para que possamos continuar a evoluir, todos os dias.

Até à próxima!

Mais de Blogue da empresa

Índice de Velocidade de ISP para a Netflix – Dados de fevereiro de 2019

Apresentamos aqui alguns destaques obtidos dos dados relativos a fevereiro do Índice de Velocidade de ISP para a Netflix, no âmbito da nossa atualização mensal de informações sobre os ISP (Internet Service Providers) que proporcionam a melhor experiência de streaming da Netflix, em horário nobre. Ler mais

Índice de Velocidade de ISP para a Netflix – Dados de março de 2019

Apresentamos aqui os destaques obtidos dos dados relativos a março do Índice de Velocidade de ISP para a Netflix, no âmbito da nossa atualização mensal de informações sobre os ISP (Internet Service Providers) que proporcionam a melhor experiência de streaming da Netflix, em horário nobre. Ler mais

Início