A SÉRIE ORIGINAL NETFLIX ARMISTEAD MAUPIN - TALES OF THE CITY RESGATA O MUNDO VIBRANTE E DIVERSO DA BARBARY LANE NOS TEMPOS MODERNOS

Série traz personalidades LGBTQ à frente e atrás das câmeras

  • O elenco de Armistead Maupin - Tales of the City traz Paul Gross (Rumo ao Sul, Alias Grace), outra vez no papel de “Brian Hawkins”, ex-marido de “Mary Ann Singleton” (interpretada por Laura Linney) e pai de “Shawna Hawkins” (Ellen Page). Murray Bartlett (Looking) interpreta o adorável “Michael ‘Mouse’ Tolliver”, residente antigo de Barbary Lane e melhor amigo de Mary Ann. Charlie Barnett (Chicago Fire: Heróis Contra o Fogo) é o namorado de Mouse, “Ben Marshall”. O recém-chegado Josiah Victoria Garcia dá vida a “Jake Rodriguez”, novo morador de Barbary Laene -- um homem transgênero e cuidador de Anna Madrigal (Olympia Dukakis). May Hong (High Maintenance) é a namorada de longa data de Jake, “Margot Park”.
  • Entre os integrantes do elenco recorrente estão Jen Richards (Her Story, Mrs. Fletcher) no papel da jovem “Anna Madrigal”, e Daniela Vega (Uma Mulher Fantástica), interpretando “Ysela”, uma mulher trans que tem um papel central na vida de Anna. Michelle Buteau (First Wives Club) é “Wren”, o melhor amigo Brian. Ashley Park (Mean Girls) e Christopher Larkin (The 100) vivem os gêmeos “Ani” e “Raven”, novos residentes em Barbary Lane. Caldwell Tidicue, mais conhecido como “Bob, a Drag Queen” (RuPaul’s Drag Race), é “Ida Best”, a gerente da boate burlesca onde trabalham Shawna e Margot. Matthew Risch (Família Moderna, Looking) é “Harrison”, um ex-namorado de Mouse. Michael Park (Dear Evan Hansen) faz o papel do marido de Mary Ann. “Robert”; Dickie Hearts (Grace & Frankie) é “Mateo”, diarista de DeDe. Benjamin Thys (Os Meyerowitz: Família Não Se Escolhe) e Samantha Soule (Godless) são o casal poliamoroso queer “Eli” e “Inka”. Juan Castano (The OA, What/If) vive “Flaco Ramirez”, um colega de trabalho de Ben.
  • Atualmente em produção, a série destaca personalidades LGBTQ tanto à frente como atrás das câmeras. Para retratar personagens e histórias LGBTQ autênticas e multigeracionais, a showrunner/produtora executiva e roteirista Lauren Morelli (coprodutora executiva e roteirista de Orange Is the New Black) e o diretor de produção e produtor executivo Alan Poul (Tales of the City, A Sete Palmos, The Newsroom), ambos parte da comunidade LGBTQ, montaram uma equipe de roteiristas 100% queer. O time traz Andy Parker, Patricia Resnick, Marcus Gardley, Jen Silverman, Hansol Jung e Thomas Page McBee. Diretores talentosos também integrantes da comunidade LGBTQ, como Silas Howard, Sydney Freeland, Stacie Passon e Kyle Alvarez, trazem à vida o mundo vibrante, acolhedor e colorido da Barbary Lane. Entre as pessoas transgênero na produção estão: Josiah Victoria Garcia* (“Jake”), um ator trans não binário que adota os pronomes da terceira pessoa do plural; Jen Richards (a jovem “Anna Madrigal”), uma mulher trans que estrelou, escreveu e dirigiu uma série para a web indicada ao EmmyⓇ, Her Story, sobre encontros amorosos de mulher trans; Daniela Vega (“Ysela”), uma mulher trans e protagonista do filme vencedor do Oscar Uma Mulher Fantástica; o escritor Thomas Page McBee; e os diretores Silas Howard e Sydney Freeland. *Nota do editor: favor chamar Josiah Victoria Garcia como Garcia nas referências com apenas um nome.
  • Entre os integrantes do elenco previamente anunciados estão Laura Linney, atriz indicada ao Oscar e premiada com o EmmyⓇ, o SAG Award e o Globo de Ouro, e Olympia Dukakis, vencedora do Oscar e do Globo de Ouro, reprisando seus papéis como “Mary Ann Singleton” e “Anna Madrigal”. A atriz Ellen Page, indicada ao Oscar, BAFTA, Globo de Ouro e SAG Award, junta-se ao elenco como “Shawna”. Barbara Garrick volta como “DeDe Halycon Day”.
  • Armistead Maupin - Tales of the City é uma produção da Working Title Television e da NBCUniversal International Studios para a Netflix. Armistead Maupin e Laura Linney são os produtores executivos ao lado de Morelli e Poul. Também assinam a produção executiva Andrew Stearn (Working Title), Liza Chasin, Tim Bevan e Eric Fellner. Michael Cunningham, autor do romance ganhador do Prêmio Pulitzer As Horas, serve como produtor consultor.
  • Poul foi produtor da Tales of the City original, e produtor executivo de More Tales of the City e Further Tales of the City, que ganharam o Prêmio Peabody e diversas indicações ao EmmyⓇ.
  • A minissérie original em dez partes da Netflix estreia em 2019.
  • Sinopse: Inspirado nos livros de Armistead Maupin,Armistead Maupin - Tales of the City acompanha Mary Ann (Laura Linney), que volta para a casa em São Francisco e se reconecta com a filha (Ellen Page) e o ex-marido Brian, 20 anos depois de tê-los deixado para se dedicar à carreira profissional. Ao retornar à família, fugindo da crise da meia-idade criada por sua vida "perfeita" em Connecticut, Mary Ann rapidamente será atraída novamente à órbita de Anna Madrigal (Olympia Dukakis) e dos moradores do número 28 da Barbary Lane.

Sobre Tales of the City

Tales of the City começou como uma coluna publicada no San Francisco Chronicle por Armistead Maupin. Maupin é autor de onze romances, incluindo os nove volumes de Tales of the City, que originaram as três minisséries de Tales of the City estreladas por Laura Linney e Olympia Dukakis. Alan Poul atuou como produtor das três primeiras adaptações (Tales of the City, More Tales of the City, Further Tales of the City), que renderam um Prêmio Peabody e várias indicações ao Emmy.

Netflix

A Netflix é o principal serviço de entretenimento por internet do mundo. São 130 milhões de assinaturas em mais de 190 países assistindo a séries, documentários e filmes de diversos gêneros e idiomas. O assinante Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à internet. O assinante pode assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.

Working Title

Responsável pela série de suspense de espionagem London Spy e pela minissérie de dramédia "You, Me and the Apocalypse", a Working Title Television é uma grande companhia de produção com escritórios em Londres e Los Angeles. Especializada em produções roteirizadas de alta qualidade, tem em seu catálogo títulos como" Mary & Martha: Unidas pela Esperança", escrito por Richard Curtis, dirigido por Phillip Noyce e estrelado por Hilary Swank e Brenda Blethyn. A Working Title também é responsável por "Birdsong," vencedor do BAFTA e aclamado pela crítica, com Eddie Redmayne e adaptado por Abi Morgan. Ainda produziu filme natalino de sucesso da BBC One "Os Pequeninos". Outros créditos da companhia são: o psicodrama "Gypsy", para a Netflix; a comédia de fantasia "Yonderland"; "True Love"; "The Secrets" e "Um Grande Garoto". No Reino Unido, a empresa atualmente desenvolve "The Luminaries", baseado no romance de Eleanor Catton vencedor do Man Booker Prize. Também trabalha em parceria com a NBCUniversal International Studios num remake televisivo de "Hanna". A Working Title Television é uma joint venture da NBCUniversal International Studios com Tim Bevan e Eric Fellner.

NBCUniversal International Studios

A NBCUniversal International Studios produz conteúdos internacionais premiados para milhões de pessoas no mundo inteiro. Baseada em Londres, a companhia tem entre suas produtoras a Carnival Films, criadora do fenômeno mundial "Downton Abbey" e de "Lucky Man"; a Monkey, e a produtora do reality vencedor do BAFTA "Made in Chelsea" e do bem-sucedido "The Real Housewives of Cheshire". Também integra o grupo a australiana Matchbox Pictures, vencedora do SPA Award de Media Super Production Business of the Year e responsável pelas aclamadas séries dramáticas "Garotos de Lugar Nenhum", "Glitch", "The Slap" e "Seven Types of Ambiguity". A International Studios também produziu a série dramática policial "Gone", em parceria com a RTL e a TF1, e atualmente está produzindo um remake de "Hanna". Além disso, a NBCUniversal International Studios opera uma joint venture de produção com a Heyday Television e tem participação acionária na LARK Productions Canada. O estúdio também opera um negócio de formatos internacionais, que licencia conteúdos em mais de 70 territórios no mundo todo, com marcas-chave como "World of Dance", "Top Chef", "Suits" e "House".

Top